Patricia

Minha foto
Sou uma jovem que ama este trabalho que o Senhor me confiou estou como professora e instrumentista nesta obra maravilhosa na cidade de Suzano -SP ...

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

A IMPORTÂNCIA DE CONHECER AO SENHOR DEUS E TESTEMUNHAR DA SUA GRAÇA - II Reis 5:1-15

Assunto da 2ª Aula:
A importância de conhecer ao Senhor Deus e testemunhar da sua graça
Texto: Efésios 2:8-9
Data: 19/08/2012

SEGUNDA AULA

A IMPORTÂNCIA DE CONHECER AO SENHOR DEUS E TESTEMUNHAR DA SUA GRAÇA - II Reis 5:1-15
Na aula passada estudamos o que Deus fez na vida de Rute. Uma bela história da Graça de Deus em tornar uma humilde catadora de molhos caídos em senhora, dona do campo.
Agora vamos ver outra manifestação da graça de Deus na vida de uma menina que testemunhou para uma família e o chefe daquela família recebeu a graça de Deus.
O texto da Palavra fala-nos do tempo em que o povo de Deus o abandonou e foi seguir os caminhos da idolatria, e Deus deixou que um povo idólatra, da Síria, cujo rei chamava-se Benadade, o levasse preso para a sua terra.
No reino de Benadade havia um homem chamado Naamã. Era um homem amado por todos da sua terra; ele era general do exército do rei da Síria. Os soldados que ele comandava o obedeciam com todo respeito. Este homem tinha muita coisa boa e também muitos bens, mas ele era triste porque sofria de uma doença que naquele tempo não tinha cura. Lepra era uma doença terrível.
Bem, quando o povo de Deus foi levado cativo para a Síria, uma menina – certamente adolescente – foi trabalhar na casa do general Naamã, para ficar servindo à esposa dele.

COMO ERA ESSA MENINA?

  • Tinha a graça do Deus de Israel na sua vida, pois confiava nEle.
Todos foram presos, mas Deus tinha os fiéis a ele. Os que não foram para servir ao mundo e sua idolatria, assim como essa menina, foram usados por Deus.

  • A menina era verdadeira.
Um dia ela disse à sua patroa:
- “Quem dera que o meu Senhor (Naamã) estivesse diante do profeta que está em Samaria (era a terra dela); ele o restauraria da sua lepra” II Reis 5:3.
Que coragem daquela servazinha de Deus!
A patroa dela pensou e disse: Vou contar desta grande esperança para Naamã, meu marido! Ele vai crer porque esta menina disse do poder de Deus na vida deste profeta que se chamava Eliseu. Quando Naamã chegou, a esposa falou:
- Sabe, a menina que trabalha conosco disse que o profeta que está na terra dela, Samaria, é um homem de Deus e serve ao Deus verdadeiro, e se você for lá, certamente o profeta irá cura-lo desta doença tão feia que tira toda a alegria e traz tristeza para todos.

  • Todos confiaram na palavra da menina.
Por que será que ninguém duvidou? A menina falou daquilo que ela cria. O profeta de Deus tem poder.
A mulher não duvidou do testemunho. Não só ela era verdadeira, mas ela confiava em Deus.
Naamã na hora aceitou, foi incapaz de dizer: Ah! Esta menina é falsa, ela não traz paz aqui em casa, ela é uma brigona, tira coisa escondida! Não. Nada disto.

·Naamã vai ao rei da Síria
Lá em casa mora uma menina de Israel, dos cativos, e ela disse à minha esposa e minha esposa disse a mim e eu vim dizer ao rei que há esperança para mim, posso ser curado!

  • O rei achava que tudo se comprava com dinheiro – II Reis 5:5-6
Pronto! Naamã, o problema agora é comigo.
Aqui está: Bom dinheiro em prata, ouro e vestes muito caras. Leve esta carta ao rei de Israel com minha ordem:

·         Cure a lepra do meu servo, general Naamã – Susto do rei de Israel – II Reis 5:7
O rei recebeu a carta e falou: Sou eu Deus para curar um leproso? O rei da Síria que está exigindo uma coisa impossível para fazer-nos o mal! Aí ele rasgou o seu manto.
Sabe o que significa? Este manto não vale nada! Não dá poder nenhum, não posso curar este homem da lepra que está em sua carne; a minha, que me tirou todo o poder, está no meu coração.

  • Todo o povo viu o rei derrotado – II Reis 5:7-8
Correram ao profeta e contaram o estado do rei! Está assustado, está com medo do rei da Síria, está de manto rasgado!

  • O profeta manda recado para o rei Jorão (era o nome dele) – II Reis 5:8-10
Por que rasgaste os teus vestidos? Manda o general vir a mim e ele saberá que há profeta em Israel.
Assim chegou Naamã à porta da casa de Eliseu. Eliseu entregou-lhe a orientação: “… Vai, e lava-te sete vezes no Jordão e a tua carne te tornará e ficarás purificado”. II Reis 5:10.

  • Incredulidade do general Naamã – II Reis 5:11
Tão bonzinho o general, mas diante da ordem simples do profeta ficou indignado.
Isto porque ele estava acostumado com as aparências e fez na sua cabeça um cenário de teatro: O profeta vem me receber porque sabe que sou importante, sou enviado do rei, trago ouro prata, vestes. Tudo isso é o que valia para ele.
Orgulhou-se diante dos rios da Síria: Abana e Farfar, são de águas limpas, melhores do que o Jordão mil vezes!
Só que os rios da terra dele não tinham uma voz profética sobre eles, e o Jordão, de aparência feia, iria curá-lo, desde que obedecesse.
Voltou-se com indignação, uma raiva terrível.
Os servos simples o convenceram a obedecer à palavra profética: Aí ele desceu, mergulhou e foi curado! Recebeu a Graça de Deus e foi curado.
Naamã merecia? Não, mas de graça o Senhor o curou. Usou o testemunho de uma menina que também tinha o favor imerecido na sua vida, a Graça de Deus.
A alegria caiu sobre todos e ele mesmo naquela hora voltou à casa do homem de Deus e disse: “Eis que tenho conhecido que em toda terra não há Deus senão em Israel.”
Tudo isso aconteceu porque uma servazinha cheia da graça do Senhor não se misturou com o mundo, mas guardou no seu coração o testemunho de fé no Deus de Israel.
Deus quer seus servos pequenos, grandes e adultos, prontos para falar no Deus que nos deu Jesus, uma grande salvação que veio a este mundo e voltará para buscar a sua igreja.
A menina creu no seu Deus, foi fiel e usada na evangelização de muitos.